terça-feira, 18 de novembro de 2014

PR: Banco Safra é condenado por não promover trabalhador com deficiência

O Banco Safra S/A pagará indenização de R$ 10 mil por dano moral a um empregado com deficiência congênita de falange por não promovê-lo. No recurso ao Tribunal Superior do Trabalho, o banco tentou ser absolvido, mas a Quinta Turma entendeu configurado o dano moral, uma vez caracterizado o ato ilícito praticado pelo banco, "lesivo aos direitos personalíssimos".

Por Carmem Lucia Trindade Feijo de Medeiros / Lourdes Côrtes / CF

DF: BRB indenizará ex-diretora perseguida por se recusar a investir recursos do fundo de pensão

O Banco de Brasília S/A (BRB) pagará R$ 400 mil de indenização a uma ex-diretora financeira da Regius, sociedade de previdência privada dos empregados do banco, que comprovou ter sido vítima de assédio moral, após ter se recusado a realizar investimentos com recursos do fundo de pensão. A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho negou provimento a agravo pelo qual o banco pretendia trazer recurso de revista ao TST.

Por Carmem Lucia Trindade Feijo de Medeiros / Lourdes Côrtes / CF

RJ: Ex-bailarina do Faustão processa TV Globo por assédio moral

Rachel Gutvillen entrou com uma ação trabalhista contra a Globo na Justiça.

Por Leo Dias/O Dia - Foto Fábio Martins/Ag.News