quarta-feira, 26 de novembro de 2014

SC: Bancários param agência do Santander contra assédio moral em Florianópolis

Os bancários realizaram um ato de protesto em frente à agência do Santander no Estreito, em Florianópolis, cobrando providências da Superintendência Regional por prática de assédio moral contra trabalhadores do banco.

Por Seeb Floripa

AP: Corpo de Bombeiros nega assédio moral e maus tratos a alunos

Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) está sendo acusado, através das redes sociais, de impor maus tratos, lesão corporal, assédio moral e abuso de autoridade contra alunos do Curso de Formação de Cabos (CFC). De acordo com a acusação, que está sendo difundida através de uma “carta denúncia”, os ilícitos estariam sendo praticados pela Diretoria de Ensino e Instrução (DEI) da corporação.

Por Diário do Amapá

AL: Bompreço é condenado por revista discriminatória de bolsas e armários

A revista em bolsas e armários apenas dos empregados da "categoria de base" levou à condenação o Bompreço Supermercados do Nordeste Ltda. A empresa terá de pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais a um empregado que se sentiu ofendido com o procedimento. O Bompreço recorreu, mas a Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu do recurso.

Por Carmem Lucia Trindade Feijo de Medeiros / Mário Correia - CF

Artigo: Cultura do Assédio, por Marcia Tiburi

Hoje em dia fala-se muito em “assédio moral” e em “assédio sexual”. Tais tipos de assédio não se desenvolveriam tão facilmente se não encontrassem um clima socialmente propício. O assédio é mais um desses padrões culturais que, em graus e intensidades diversos, atingem todas as esferas da vida. Por isso, podemos falar de uma cultura do “assédio”, ou seja, de uma cultura no “espírito” do assédio em que se desenvolvem as relações humanas, nas quais estão inscritas a questão “moral” e a questão “sexual”.

Por Blog Marcia Tiburi / Revista Cult Uol

PE: No dia da não violência contra a mulher, Sindicato discute violência sexual no trabalho

Nesta terça, 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a mulher, o Sindicato visitou agências para conversar sobre a violência sexual no ambiente de trabalho. Durante o resto da semana, serão distribuídos, entre os bancários, exemplares da cartilha sobre assédio sexual elaborada pela Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro). A publicação foi relançada em julho, durante a Conferência Nacional dos Bancários.

Por Fabiana Coelho - Seec PE / Fábio Jammal