segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Canadá: Maioria das pessoas não denuncia o assédio sexual no local de trabalho

A sondagem online de mais de 1.500 pessoas, feita pela Angus Reid, indica que aqueles que relataram o assédio apresentaram uma série de razões para não denunciar a situação.

Por Correio da Manhã - Canadá

SP: Contraf-CUT cobra mais empenho dos bancos no combate ao assédio moral

A Contraf-CUT, federações e sindicatos se reuniram nesta quinta-feira (4), em São Paulo, com a Fenaban para fazer a avaliação referente ao primeiro semestre de 2014 do instrumento de prevenção e combate ao assédio moral, previsto na cláusula 56ª da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Vários pontos foram discutidos para aprimoramento das denúncias e a solução mais rápida aos problemas apresentados pelos funcionários dos bancos. 

Por Contraf-CUT / Foto Seeb São Paulo

TV UOL: Funcionários denunciam assédio moral e maus tratos em cruzeiros

Há dois anos, a paulista Laís dos Santos, que trabalhava em um navio de luxo, desapareceu. A família dela aguarda explicações. Funcionários de cruzeiros denunciam assédio moral e maus tratos durante jornada exaustivas de trabalho. Reportagem exibida pelo SBT Brasil.



(fonte, acesso em 08/12/2014)

GO: Síndrome de burn out: doença silenciosa que pode comprometer a vida profissional e pessoal do trabalhador

A exaustão física e emocional, mais conhecida como síndrome de burn out, passou a ser estudada em 1974 e ainda hoje é, às vezes, confundida com estresse ou depressão. O assunto foi tema de palestra proferida pela doutora em psicologia pela USP Ana Maria Benevides durante Ciclo de Estudos sobre Meio Ambiente do Trabalho e Saúde do Trabalhador promovido pelo TRT de Goiás no dia 28 de novembro, no auditório do Tribunal Pleno.

Por Fabíola Villela – Núcleo de Comunicação Social / TRT18

ES: Banco Safra é condenado por coagir empregados a vender dez dias de férias

A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho desproveu o agravo de instrumento do Banco Safra S.A. contra decisão que o condenou ao pagamento de indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1,2 milhão, por ter coagido os empregados a venderem um terço de suas férias. A decisão foi unânime.

Por Mário Correia / CF / TST

MT: Palestra sobre assédio moral no MPE acontece dia 9 de dezembroDa Redação

Na tentativa de combater o assédio moral no Ministério Público de Mato Grosso (MPE/MT), a Associação dos Servidores do MPE (ASMIP) lança campanha contra a prática. Para debater o tema, no dia 9 de dezembro, o procurador do Distrito Federal, Rogério Oliveira Anderson, ministra palestra "Assédio Moral no Serviço Público – Consequências Jurídicas". O evento terá início às 18h30, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça.

Da Redação da Folhamax