terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

SC: 1ª Câmara do TRT-SC absolve terceirizada e Furb de pagarem indenização em caso de racismo não comprovado

A 1ª Câmara do TRT-SC absolveu a Brasil Sul Serviços de Segurança e a Universidade Regional de Blumenau (Furb) de uma acusação de dispensa arbitrária, que teria ocorrido após um suposto ato de racismo cometido contra um vigilante da empresa, que prestava serviço no campus da Universidade. A decisão, cujo relator foi o desembargador Jorge Luiz Volpato, estabeleceu que não houve provas suficientes que comprovassem a ofensa.

Por Assessoria de Comunicação Social - TRT-SC

Estados Unidos: Target é acusada de submeter equipe à calçada da vergonha

Nos Estados Unidos, a rede varejista Target está sendo acusada de fazer os funcionários desfilarem algemados por suas lojas para inibir roubos e outras infrações. A empresa é processada pela mãe de um ex-colaborador que teria cometido suicídio após passar pela experiência, segundo o Business Insider.

Por Luísa Melo - Exame.com

MG: Empresa terá de indenizar empregado deixado ocioso e sem salários por ter ajuizado ação trabalhista

Deixar o empregado ocioso o coloca em situação incômoda e humilhante perante seus colegas de trabalho e de toda a sociedade, afetando sua honra e autoestima. Além de configurar dano moral, a conduta da empresa de manter o empregado em ociosidade forçada, sem receber os salários a que teria direito se estivesse trabalhando, gera também dano material, já que o salário é a única fonte de sustento do trabalhador.

Por Assessoria de Comunicação Social - TRT3