sexta-feira, 27 de março de 2015

PR: Assédio moral no serviço público pode render demissão

Projeto de iniciativa do vereador Professor Galdino (PSDB) pretende proibir e punir a prática de assédio moral na administração municipal direta e indireta (005.00050.2015). A ideia do projeto, segundo seu autor, é “romper com um vício cultural de desrespeito, falta de cordialidade e agressividade nas relações profissionais, e com isso discutir um novo padrão de relações, amenizando os conflitos existentes e dando maior dignidade a essas relações”.

Por Câmara Municipal de Curitiba / Foto Chico Camargo

PR: Sindicato fecha Agência Bradesco Água Verde

Após receber inúmeras denúncias de assédio moral, o Sindicato dos Bancários de Curitiba e região fechou, nesta quarta-feira, 25 de março, a Agência Bradesco Água Verde, localizada na Avenida Iguaçu, 2345. “A diretoria regional do banco tomou conhecimento dos fatos há mais de 90 dias, contudo, não tomou nenhuma providencia até o momento”, justifica Karla Huning, secretária Jurídica do Sindicato e representante do Paraná na COE/Bradesco. “Em sua publicidade, o Bradesco se diz um banco sempre à frente. Porém, o que vemos no dia-a-dia são práticas atrasadas e retrógradas”, acrescenta.

Por Renata Ortega / Foto Daniela Carvalho - SEEB Curitiba

BA: Sindicato dos Mineradores de Brumado denuncia Ibar Nordeste por assédio moral

A diretoria do Sindicato dos Mineradores decidiu apresentar denúncia por assédio moral e práticas antissindicais contra a empresa mineradora Ibar Nordeste.

Por Brumado Notícias / Foto Lay Amorim

SP: Trabalhadores da Latecoere entram em greve em Jacareí

Os metalúrgicos da Latecoere, em Jacareí, entraram em greve nesta quarta-feira (25). De acordo com o sindicato, os 300 trabalhadores da linha de montagem aderiam à paralisação por tempo indeterminado.

Do G1 Vale do Paraíba e Região / Foto Cláudio Vieira / SindMetal

AL: TRT/AL condena AMA a pagar indenização por assédio moral a uma ex-funcionária

A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) foi condenada a pagar diferenças salariais e horas extras a uma jornalista que trabalhava 8 horas diárias. Conforme estabelece o artigo 303 da CLT, a jornada prevista para a categoria é de cinco horas. A decisão foi preferida pelo relator do processo, desembargador João Leite, e seguida por unanimidade pelos integrantes da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª (TRT/AL). O magistrado também condenou a entidade a pagar à reclamante indenização de R$ 15 mil por danos morais decorrentes de assédio vexatório e de R$ 10 mil, por doença ocupacional.

Por TRT/AL

BA: MPT quer bloquear bens da Tel Telemática para quitação de multa de R$15 milhões

O Ministério Público do Trabalho (MPT) pediu hoje (25/03) que a Justiça trabalhista bloqueie bens imóveis da Tel Telemática e Marketing Ltda. como forma de garantia do pagamento da multa de R$15 milhões a ser aplicada contra a empresa pelo descumprimento da liminar que determinou a correção imediata de uma série de práticas ilegais na relação com os funcionários, que vão desde condições de trabalho inadequadas a assédio moral.

Por Ministério Público do Trabalho na Bahia - PRT 5ª Região