terça-feira, 28 de abril de 2015

PE: Turma mantém indenização a trabalhadora anunciada como “pior funcionário do mês”

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve em R$ 3 mil a indenização por dano moral a ser paga pela Casa Primavera Comércio de Presentes Ltda., de Recife (PE), a uma ex-empregada que foi exposta em cartaz como "pior funcionário do mês". A trabalhadora recorreu ao TST com o objetivo de reestabelecer a sentença de primeiro grau que havido fixado o valor em R$ 10 mil.

Por Augusto Fontenele/CF - Secretaria de Comunicação Social do Tribunal Superior do Trabalho

SP: Trabalhador vítima de racismo consegue aumento de indenização por danos morais

Um trabalhador com o cargo de zelador desempenhava várias funções num condomínio, com nítida sobrecarga, e era rotineiramente ofendido pela síndica, com ataques de cunho racial. Apesar da pouca idade (29 anos), infartou, além de ter acumulado outras moléstias, comprovadas em laudo.

Por Alberto Nannini – Secom/TRT-2

SP: Após bufada, Rachel Sheherazade diz que não aceita 'assédio moral'

Âncora do SBT Brasil, Rachel Sheherazade diz que não vai aceitar qualquer "intenção de assédio moral" por parte do diretor de jornalismo da emissora, Marcelo Parada. Na última quinta (23), após reagir com uma bufada a uma reportagem, Rachel foi repreendida pelo diretor, que a proibiu de fazer caretas no telejornal. A jornalista decidiu enfrentar Parada, exigindo que ele envie a proibição por escrito, e promete levar o caso a Silvio Santos, que a contratou em 2011. O SBT nega ter ocorrido "assédio moral".

Por Paulo Pacheco / Notícias da TV por Daniel Castro / UOL