terça-feira, 1 de setembro de 2015

RS: RS é pioneiro no combate ao assédio moral

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) deu início nesta sexta-feira (28/08) a um movimento pioneiro de combate ao assédio moral e doenças que atingem os integrantes do Poder. O trabalho será realizado por meio da instalação da Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral e Doenças Decorrentes, o que foi oficializado durante solenidade na sede do TJRS. 

Por Associação dos Servidores da Justiça do RS
Foi realizada nos dias 27 e 28 deste mês a última etapa de palestras com o tema “Assedio Moral” entre os funcionários dos setores Administrativo e Operacional do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste. A iniciativa é da Divisão de Recursos Humanos da autarquia e envolveu cerca de 200 servidores em duas etapas, sendo a primeira realizada nos dias 18 e 19 de junho deste ano.

Por SB 24 horas 

MT: Dia do Bancário: procurador ministra palestra sobre assédio moral

Nesta quinta-feira, 28 de agosto, comemora-se o Dia Nacional dos Bancários. A data presta uma homenagem a trabalhadores de São Paulo que, em 1951, fizeram uma grande assembleia e iniciaram uma paralisação para reivindicar reajuste salarial de 40% e adicional por tempo de serviço.

Por Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT)

DF: Combate e Prevenção ao Assédio Moral na Administração Pública é tema de Seminário na CLP

"Combate e Prevenção ao Assédio Moral na Administração Pública” é tema de Seminário, que será realizado no dia 02 de setembro de 2015, de 9h às 18h, no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados.

Por SINPEFMG, com Câmara Federal 

SP: AEA realiza palestra sobre assédio moral

A Associação de Engenheiros e Arquitetos de São José dos Campos realiza, no próximo dia 15 de setembro, palestra com o título "O assédio moral e suas inter-relações com os acidentes de trabalho."

Por AEASJC

Estados Unidos: Estudo mostra que faz mal trabalhar com homens

Investigadores da Indiana University Bloomington (Universiadade de Indiana), nos Estados Unidos, descobriram que em empresas cuja maioria dos trabalhadores são homens- como acontece nas àreas da tecnologia, informática e engenharia- existe uma maior tendência para que seja feita pressão psicológica sobre as mulheres que estão em minoria.

Por Sabado.PT